André Cruz

 

 

Nascido na Zona Leste de São Paulo, no ano de 1985, tatuador desde 2005 e desenha desde que consegui segurar uma caneta pela primeira vez (risos). Sempre gostei muito de desenho, desde pequeno, sem nenhum tipo de instrução (a não ser as aulas de educação artística na escola pública ).

 

 Ao longo da vida, sempre com o método autodidata, fui desenhando por hobby, sem visar o lado lucrativo/profissional da coisa, até começar a entender que vivia em um mundo dominado pelo capitalismo. Sendo assim, após trabalhar com várias outras coisas percebi que não viveria feliz se não vivesse de ARTE.

Acredito não ser um “tatuador” mas sim um artista que além de se expressar com telas e papéis, também usa a pele e a anatomia humana como forma de expressão, e que o conhecimento sobre a arte e o desenho se torna fundamental para minha evolução diária. Trabalho com o estilo Trash Tattoo e
minhas principais fontes de inspiração dividem se em 3 partes:

 

  • Os Artistas – Mark (Little Swastika), Peter Aurisch, Sven Groenewald,Brian Gomes, Jondix Mahashakti, Cigano, Ondrash, Thomas Hooper, Nazareno Tubaro, Tomas Thomas, Halbstark, xTetéx e muitos outros.Porém, costumo buscar referências de arte fora da tatuagem, citando também   Alex Grey, Audrey Kawasaki, Alphonse Mucha, James Jean, Felipe e Henrique Vieira, KwangHo Shin, Agnes Cecile, lutando para fazer um trabalho característico e diferenciado do que geralmente é oferecido no “mercado da tatuagem”.
  • Família – Pais, irmãos e amigos
  • Sentimentos – Amor, ódio, alegrias, tristezas, satisfações…

Num estilo de vida livre de drogas e de todo tipo de carne animal. Tudo regado a boa música nos ouvidos, sinceridade e muito amor pelo que faço.

Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados.” Mohandas Karamchand Gandhi

卍 PAZ Tattooagem 卐